Elementos Pré-Textuais: Resumo em língua vernácula 2

Segredos dos elementos pré-textuais conforme Normas ABNT

Como fazer um resumo do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)?

Existem o resumo em língua vernácula (isto é, em português) e o resumo em língua estrangeira. Trataremos do primeiro neste post.

Conforme a norma ABNT 6028: 2003, o resumo não é elemento opcional. Ele é elemento obrigatório, deve apresentar o objetivo, o método, os resultados e as conclusões do TCC. Trata-se de uma breve exposição sobre o trabalho, dando-se enfoque às informações importantes etc.

Ele deve ser escrito de forma concisa e por meio de frases afirmativas, não se devendo utilizar ordenação em tópicos ou separados por algarismos arábicos. Além disso, é recomendável que o mesmo seja elaborado em um único parágrafo.

A primeira frase deve ser impactante e explicar o tema principal do documento. Em seguida, deve-se apontar a categoria do tratamento (memória, estudo de caso, análise de situação etc.).

De acordo com o item 3.3.2 da norma ABNT 6028: 2003, deve-se dar destaque ao emprego de verbos na voz ativa e na terceira pessoa do singular (v.g., verifica-se que, constata-se que etc.)

O que se deve evitar em um resumo de monografia?

Deve-se evitar ao máximo o emprego de frases negativas, de adjetivos, advérbios, neologismos de forma exagerada. Não se deve fornecer explicações muito detalhadas, uma vez que estas devem ser apresentadas com frases concisas.

Também, é preciso evitar o uso de palavras desnecessárias para iniciá-lo, ou seja, deve-se considerar, no que se refere à informação, que a apresentação é a porta de entrada para o seu texto e, por isso, deve ser objetiva, portanto, expressões como “O presente trabalho trata…”, “Nesta tese, são discutidos…”, “Neste trabalho, vamos falar sobre…”, “Nesta monografia, serão apresentados…” devem ser suprimidas.

Jamais insira informações ou afirmações que não foram apresentadas no trabalho acadêmico em nenhum momento.

Deve-se evitar o uso de símbolos e contrações de uso não frequente, fórmulas, equações, diagramas etc (salvo se absolutamente necessários).

Dica importante: Caso as fórmulas, equações, diagramas etc. sejam imprescindíveis para a elaboração do resumo, é preciso definir cada um dos elementos na primeira vez que aparecem.

Quantas palavras deve ter um resumo segundo as regras da ABNT?

Eles não podem ser longos, pois se configuram como a exposição concisa das informações relevantes nos trabalhos acadêmicos. Dessa forma, recomenda-se, em geral, 10-15 linhas.

Conforme o item 3.3.5 da norma ABNT 6018: 2003, os resumos de trabalhos acadêmicos (teses, dissertações e outros) e relatórios técnico-científicos devem conter de 150 a 500 palavras. Já os resumos de artigos científicos, devem conter de 100 a 250 palavras. Por fim, resumos direcionados a indicações breves, deve-se usar de 50 a 100 palavras.

Observação: resumos críticos não estão sujeitos a estas limitações referentes à quantidade de palavras, pois possuem características especiais.

Dica: veja os 4 passos para fazer um bom resumo segundo o Guia do Estudante da Editora Abril.

Como devo formatar o resumo do TCC?

O título da página é “Resumo”, devendo ser centralizado, em caixa alta e em negrito, com fonte 12 Times New Roman. Após, devem ser inseridas as palavras-chave, justificadas e com 1,5 cm entre linhas. Ele deve constar em folha própria, sozinho, portanto, não se pode aproveitar espaços como no caso da folha de rosto ou da folha de aprovação.

O que são palavras-chave? Como usá-las?

Deve-se usar as palavras-chave para indexação da monografia em dados e catálogos de bibliotecas.

Recomenda-se o uso de no mínimo 5 palavras-chave e no máximo 10 palavras-chave, lembrando-se que estas palavras são advindas de vocabulários controlados por área de conhecimento.

As palavras-chave devem ser separadas entre si por ponto e, ao finalizar o rol de palavras-chave, deve-se usar, novamente, o ponto.

Onde posso encontrar modelos de resumos?

Devido às explicações fornecidas e os diversos modelos de resumo apresentados, recomenda-se o site da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP/USP).

Continue acompanhando os nossos posts. Abordaremos os elementos textuais e os elementos pós-textuais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.